Feeds:
Posts
Comments

Posts Tagged ‘Outono – Inverno’

Depois das coleções de Alexander McQueen e Christopher Kane as estampas digitais ganharam mundo! Elas aparecem retumbantes em coleções como os tribais de Proenza Shouler, animal prints de Dolce Gabbana, journal de Balenciaga, entre muitos…
O designer de bolsas Philippe Roucou utilizou fotos da antiga Polaroid para estampar lenços de seda pura com esta mesma técnica; ficaram  lindos,  chiquérrimos e super caros.
Vale a dica para os designers de plantão, esses prints são fantásticos pois permitem estampas exclusivas e em quantidades menores para pequenas confecções e são sucessos de venda!

Advertisements

Read Full Post »

Finalmente eis a tradução das tendências para Outono/Inverno 2011…Vamos a elas:

Body Performance
Um estilo bailarino expressada pelas cores da pele, uma palleta com tonalidades frescas de mauvas talco com alguns acentos tonicos de corais luminosos e contrastes gráficos do branco e preto.

Os tecidos são supridos com misturas sedosas, tricots envolventes, algodões aveludados e couros untuosos.

Look Cocooning com macacão curto, calças estilo fitness, detalhes em galões de cetim, tecidos ásperos e segunda pele.
 
Uma palleta de cores construída ao redor do gráfico preto e branco completada por tons neutros como cinza e mel. Entretanto, um toque de laranja posiciona tudo na direção do contraste.

Os tecidos são leves e cômodos, sofisticados. Acentua-se tecidos sintéticos como refinadas poliamidas e poliésters sozinhos ou misturados com lã, seda ou cashmere para maior conforto.

Agradáveis e com stretch são essenciais para os tecidos de segunda pele, presença da lycra.
O produto foca o jogging, sportswear e outerwear.

Dark Poetry
Paletas poeticamente noturnas com fundo preto, cinza ardósia, sujos de tinta azul e púrpuras profundos complementados por granada, rosa e verdes alucinógenos. Flashes de cobre e ouro.

Materiais suntuosos deterioram-se para evocar o desgaste do tempo. Acentos para o natural misturando efeitos de remendos.

Novos coletes, Espírito Rock, patchwork Grunge.

Noturno, tons de azul de noites frias, marrons e verdes Chipre todos voltados ao cinza parma e toques de oxblood.
Cores base permanecem sombrias, registro para os azuis profundos, quase preto.
Ênfase nos sofisticados, mornos, iluminados, tecidos soft touch, como lãs, misturas de cashmere ou escovados.

Looks opacos ou ligeiramente brilhantes para os sintéticos. Malhas finas e generosas.

Xales de lã com golas, escuras e curiosas impressões. 

O foco do produto está nos blommers e nas jaquetas Punk.

 

Rustic Roots
A gama de verdes está onipresente completadas por duas cores industriais: cinza e cimento róseo. Uma paleta de outono vermelha com diferentes tons de uva.
 
O acento está nos materiais associados à rusticidade e refinamento: lãs compactas ou cozidas, flanelas em tweeds, acolchoados, patches e tecidos do sportswear como algodões/poliamida espumosos.

Foco nas urdiduras e tramas retrabalhadas, totalmente bordados em paetês, roupas com capuz e macacões.

Dos terrenos baldios industrias misturam-se metais e pátinas para inspirar a paleta de cores: Sombras, sutis neutros compostos de tinta azul, cinza ferro e marrom acinzentado.
Cores secundárias como beige esverdeado, bronze escuro, azul marroquino e violeta.

Os tecidos parecem grossos e protetores ainda que confortáveis. Sarjas dubladas espinha de peixe são pintadas por dentro, denins lavados rústicos, lãs cozidas. Tratamentos da superfície: casacos com o interior todo em poliuretano em lãs ou algodões, tingidos como ferrugem, efeitos enrrugados ou amassados, looks plastificados.

Nota para os looks militares, os chinos, tecidos naturais, fechamentos duplos, abotoamentos.

Trady-Twist

O estilo inglês retrô deste tema é evocado por muitos tons, caramelo luminoso, azuis esverdeados, marrom acinzentado e ricos burgundy. Adicione cores de bolos: coberturas pink, Marmeladas ácidas, anis elétrico e leitosos blueberry.

Nobres materias e códigos do tradicional vestuário masculino ( paletós por exemplo) são femininizados: tweeds recoloridos, lãs cor de manga, malhas Príncipe de Gales, etc.

Uma certa forma de opulência é favorecida com um estilo ornamental ( bijouterias ), Estilo tapeçaria ( motivos exuberantes ), ondas preciosas ( sarjas sedosas, voil lamê ).

Finalmente o muito básico “Chino” e denims.

Cores suntuosas com pátinas sombrias aveludadas: violeta, vermelho tijolo, ocre, azul da Prússia e azuis mortos.
Para bases a revolucionária inspiração com vermelho e bronze ao lado de cinzas escuros.

Retrabalhado o humor barroco bem desgastado: acolchoados do século 18, tapeçarias e motivos brocados são ampliados, recoloridos e cobertos em trabalhados e estampados. Jeito ostencivo ilustrado por tons sobre tons com plumas e adornos em bordados de ouro velho.
 Estilo estrela de circo e motivos de bolinhas, listrados coloridos… Um delírio registrado: jacquards alegres, xadrezes com estampado de gravataria e paileys retrabalhados.

Estilo neo-militar, espírito baggy chic, jaquetas perfecto circenses e estamparia barroca.

Fonte: Cosmoworld

Read Full Post »

Fotografada por Mario Testino para a V Magazine, a modelo Daria Werbowy interpreta a atriz mexicana Maria Felix neste editorial intitulado La Doña. Este editorial mostra o tema country mexicano com joias, chapéus e calças; muito típicos, muito sexy, muito fashion!!! Confira!

Read Full Post »

Depois de algumas pesquisas trago no post de hoje os modelos de blusas, jaquetas e blazers para o inverno 2010 que estão à venda na Europa, são peças de designers como Balmain, Christopher Kane, Vanessa Bruno, Alexander McQueen, Boudicca, Vivienne Westwood, Lanvin, Marc Jacobs, Diane von Furstenberg, D&G, Twenty8Twelve, Burberry, Gareth Pugh, Emilio Pucci, Valentino, Three as Four, Comme des Garã, Adidas – Jeremy Scott entre outros.  Inspire-se!

Para ver mais acesse  www.colette.fr

Read Full Post »

Sensacional o editorial da Vogue Inglesa para março de 2010, Lily Donaldson e Liya Kebede interpretam o novo look das Rappers para a próxima estação. Uma mistura muito sexy, cheia de paetés, animal prints, plataformas gigantes e muito, mas muito dourado! Penso que os anos oitenta permanecerão por longa data. Siga essa onda!!!!

Read Full Post »

Começam surgir nas lojas os modelos de blusas que iremos usar no próximo Outono/Inverno 2010.  Modelos incríveis, idéias interessantes, tecidos fantásticos, esta estação promete!!! Então muita inspiração, e “força na peruca”, como já dizia Lady Kate!

 

 

 

 

Read Full Post »

São três as tendências chave para Outono/Inverno 2011 masculino todas incluem palleta de cores.
Gangues de NY traz referências dos gangsters e chefões do crime no século 19. Road Warriors oferece uma agressiva e dura estética de combate.  Revolucionário, nos traz uma maneira de agir bem em tempos difíceis, que equilibra os relatórios de tendências.

gangs

Gangues de NY

Gangues de New York brilharam nas mãos de Alexander McQueen que foi seguido por vários designers como Emernegildo Zegna.  O look desenha referências ao século 19 com personagens como Bill açougueiro, chefão do crime e gangsters encontrados na empobrecida batalha Five Points na pequena Manhattan. Algumas referências vitorianas aparecem na alfaiataria tal como ternos de 3 peças e seletos estilos outerwear, embora calças skinny estejam entre vários looks.  Tons de sépia preenchem a palleta de cores com antiquados neutros jogando com o preto, marrons e cinzas. Couros são relevantes nos itens como trench coats e acessórios.

road

Road Warrior


Road Warriors faz uma declaração pós apocaliptica nesta estação. Liderando os fornecedores do look estão Kris Van Assche e Gareth Pugh. Uma estética dura, escorregadia e agressiva é realizada através da vestimenta negra e vários tons de cinza com grandes quantidades de  couros para calças skinny e jaquetas de motociclista.  Enfeites em metal exalam um look  rude juntamente com jeans rasgado. Camadas são compostas de preto sobre preto e cinzas escuros, que criam texturas interessantes com pesados couros versus malhas suaves.

revolucionary

Revolucionarios
 
 Revolucionários é uma temática que ainda reage com o desafio da economia dos tempos modernos. A mensagem é “alguma coisa de fazer o bem” em tempos difíceis e assim como em algumas referencias do pós 2° guerra misturadas com um toque vitoriano estilisado que torna-se aparente em itens como jaquetas curtas.  Uniformes de trabalho são outra referência chave, ponto mostrado com itens como calças de motorista com suspensórios, camisas de trabalhador e macacões de dormir.  As cores da palleta se focam em chambrays sujos e caquis amarelados. Tecidos encharcados e manchados e pedaços de tricots são trabalhados nos chapéus de jogadores de boliche, para coroar o look.

Fonte: fashionspeaks

Read Full Post »

Older Posts »